QUALIDADE – Internacional

05/06/2019

Padrão ISO traz novo toque ao design de produto

Hoje, muitas pessoas com deficiências visuais ou com baixa visão devem reunir ferramentas diferentes apenas para usar itens do dia-a-dia. Mas isso deve mudar graças a um novo padrão ISO para design acessível que trará informações táteis para o uso de produtos do dia-a-dia. 

A ISO 24508: 2019 - Ergonomia - Design acessível - Diretrizes para projetar símbolos e caracteres táteis, farão do design acessível uma parte das melhores práticas dos projetistas, ajudando-os a incorporar informações táteis no estágio de projeto de um produto ou ambiente. Se você tiver os olhos ou os dedos abertos, pode ter notado informações táteis nas portas dos banheiros para indicar homens ou senhoras, botões em elevadores, garrafas de vinho e embalagens para cereais matinais e refeições prontas.

O uso de informações táteis (como símbolos e caracteres elevados) tornou-se um método cada vez mais importante para apoiar o design acessível de produtos, serviços e ambientes. Com isso em mente, a ISO 24508 especifica as características físicas dos símbolos e caracteres táteis para facilitar a legibilidade por toque, levando em conta as habilidades humanas do senso tátil e os efeitos do envelhecimento na sensação de toque.

É aplicável a produtos, instalações e equipamentos em habitação, transporte e serviços, bem como a embalagens, onde símbolos táteis e caracteres podem ser usados.

“O novo padrão de informações táteis tornará os produtos ou ambientes mais acessíveis aos usuários que precisam acessar informações usando uma modalidade que não depende nem da visão nem da audição”, diz Susan Harker, presidente do subcomitê técnico da ISO que desenvolveu o novo padrão. "Ele permite que esses indivíduos usem mais facilmente seus produtos do dia-a-dia, o que é um passo importante para ajudá-los a se conectar com o mundo ao seu redor".

Os usuários previstos desta norma são designers, ergonomistas e gerentes de projeto, bem como gerentes, trabalhadores, consumidores e compradores. Espera-se que beneficie pessoas com uma ampla gama de deficiências, removendo as barreiras que as impedem de usar ou tirando o melhor proveito dos produtos e ambientes e, ao fazê-lo, contribuindo para sua eficácia, eficiência e satisfação gerais.

https://www.iso.org/news/ref2386.html

voltar