QUALIDADE – Notícias

05/06/2019

Normas iluminam o Dia Internacional da Luz

 A iluminação artificial já percorreu um longo caminho desde que a lâmpada foi inventada há cerca de 150 anos.  Em colaboração com a Comissão Internacional de Iluminação (CIE), membro-chave do Comitê Diretivo do IDL, a ISO publicou recentemente dois novos documentos que contribuem diretamente para esse objetivo:

  • ISO / CIE 20086, Luz e iluminação - Desempenho energético da iluminação em edifícios, fornece um método para calcular efetivamente o uso de iluminação para a estimativa do desempenho energético total de um edifício.
  • ISO / CIE TS 22012, Luz e iluminação - Determinação do fator de manutenção - Forma de trabalhar, contribui para o uso seguro e eficiente da energia da luz, ajudando as organizações a garantir a manutenção contínua das instalações de iluminação. Ad de Visser, presidente do comitê técnico da ISO responsável pelo seu desenvolvimento, disse que estes documentos são uma ferramenta chave para as organizações melhorarem seu desempenho energético e ajudarem as novas tecnologias a evoluir, ambas desempenhando um papel fundamental no desenvolvimento sustentável.

"Por ser capaz de calcular efetivamente o desempenho energético dos sistemas de iluminação em um prédio, as organizações podem tomar decisões mais precisas sobre como melhorá-lo", disse ele. “A manutenção contínua é igualmente importante para esse objetivo, pois evita falhas na iluminação, melhorando a segurança e a eficiência.”

A ISO / CIE 20086 e a ISO / CIE TS 22012 foram desenvolvidas pelo comitê técnico ISO / TC 274, Light e Lighting, cuja secretaria é realizada pela DIN, membro da ISO para a Alemanha, em colaboração com a CIE, uma parceira-chave da ISO. O comitê ISO e a CIE trabalharam juntos por mais de 30 anos em uma ampla gama de padrões e documentos padronizados relacionados à iluminação e têm muito mais a ser encaminhados.

https://www.iso.org/news/ref2394.html

voltar