QUALIDADE – Notícias

17/05/2018

Tecnologia 4.0 e o trabalhador

Banco Mundial aponta que, de 2015 a 2020, 5,1 milhões de vagas serão substituídas por máquinas, isso pode ser fruto da Quarta Revolução Industrial mal gerenciada. Existe a necessidade eminente de aprender a aplica-la. Além de explicar esse fenômeno no livro A Quarta Revolução Industrial, 2017, Klaus Schwab, no lançamento, Aplicando a Quarta Revolução Industrial, traz uma reflexão de como lidar com essa nova era.

Alguns pontos são discutidos mundialmente na imprensa, e muitos deles são expostos nos dois livros do presidente do Fórum Econômico Mundial. Alguns dos mais importantes são:

– Novas tecnologias podem provocar saída de multinacionais do Brasil: o economista José Pastore, em maio deste ano, em entrevista para a Folha de S. Paulo, cita que a redução de custos e agilidades de máquinas, podem substituir mão de obra barata do brasileiro, causando a saída das empresas do país. Porém na obra, Klaus Schwab contrapõe este ponto de vista, e disserta sobre o crescimento e oportunidades que podem surgir. As novas tecnologias combinadas de forma inteligente com os padrões das empresas e seus funcionários, podem otimizar a saúde empresarial, fortalecendo a economia e diminuindo a insegurança financeira. Ou seja, Schwab expõe as oportunidades e excluí a possibilidade de possíveis crises quando as tecnologias são aproveitadas corretamente.

– Avanço de robôs desafiam trabalhadores do futuro: com as perspectivas do Banco Mundial, as máquinas poderão substituir o empregado e causar uma grande exclusão social. O presidente do Fórum Mundial Econômico demonstra na obra que é necessário tornar prioridade os valores sociais. É necessário que as lideranças desenvolvam projetos que as pessoas possam adquirir capacidade de lidar com as novas tecnologias de forma produtiva e eficaz, uma vez que os sistemas políticos e econômicos apresentam dificuldades de inclusão a todos os cidadãos diante deste novo cenário. Para construir uma parceria sustentável e inclusiva é necessário o engajamento de todas as partes, empresários, sociedade civil, governos e universidades, para que possam remodelar o sistema de forma que não haja impacto.

Aplicando a Quarta Revolução Industrial

Sinopse: A nova revolução tecnológica está reformulando a economia global e as sociedades como um todo. Os sistemas que hoje aceitamos como certos, desde o modo como produzimos e transportamos bens e serviços até a forma como nos comunicamos, serão integralmente transformados. Há um chamado emergencial para que as lideranças, em todas as esferas sociais e econômicas, se capacitem para agir agora e de forma extraordinária, para gerenciar os riscos e as complexidades dessa mudança. A responsabilidade é imensa, pois temos nas mãos uma janela de oportunidade para desenvolvermos as novas tecnologias de forma a impactarem positivamente o mundo. Este livro é uma síntese das perspectivas dos principais pensadores mundiais dos Conselhos do Futuro Global e da rede de Especialistas do Fórum Econômico Mundial, que tem por objetivo central empoderar as pessoas para que elas participem de diálogos estratégicos ligados às tecnologias emergentes em todas as comunidades, organizações e instituições. A presente edição inclui prefácios de Satya Nadella (CEO da Microsoft) e João Doria (Empresário e Prefeito de São Paulo).

Ficha técnica:

Editora: Edipro
Assunto: Economia
Preço: R$ 69,00
ISBN: 9788552100249
Edição: 1ª edição, 2018
Prefácios: Satya Nadella e João Doria
Tradução: Daniel Moreira Miranda
Tamanho: 14x21
Número de páginas: 352

voltar