Artigos

08/06/2017 05:29

A documentação e as especificações técnicas de produto

Da Redação

 

Atualmente, as instruções de trabalho e procedimentos operacionais mal elaborados, desenhos e planos imprecisos, equipamentos indevidamente montados, dispositivos de produção inadequados e estações de trabalho mal concebidas são apenas alguns exemplos que refletem o erro humano. Essa documentação mal escrita adiciona complicações que podem ser evitadas.

Em empresas, não é incomum encontrar componentes fabricados de acordo com instruções arcaicas, devido à lentidão para a informação correta chegar ao trabalhador. Má concepção nos projetos e má qualidade da documentação são as principais causas de ineficiências no processo de fabricação do produto, o que conduz diretamente a atrasos, reelaboração e variações, contribuindo para o aumento do prazo de implementação do projeto e o custo, tanto para o cliente como até mesmo para a sua empresa. Mas, a documentação adequada não está limitada apenas à papelada de engenharia, esse processo envolve todas as pessoas que trabalham na empresa.

A BS 8888:2017 - Technical product documentation and specification é a última edição da documentação técnica e especificação de produto do Reino Unido, sendo essa a última versão que foi escrita para substituir a BS 308, a primeira norma de engenharia do mundo, publicada primeiramente em 1927. A BS 8888 é original do Reino Unido, mas é um documento tão útil que um número bem grande de outros países está adotando a norma, seguindo a liderança do Reino Unido e publicando normas nacionais semelhantes para ajudar as suas indústrias a trabalhar com um sistema normalizador.

Destina-se a engenheiros mecânicos, projetistas de engenharia e engenheiros de projeto no Reino Unido que estão trabalhando em empresas de engenharia e fabricação, particularmente em defesa, aeroespacial, automotivo, ferroviário, nuclear e outros setores de manufatura geral; consultores de projeto independentes ou agências de projeto que lidam com atividades de projeto e desenho; e os utilizadores da antiga norma nacional, a BS 308.

É uma norma nacional do Reino Unido para desenhos de engenharia e tolerância geométrica. Abrange todos os requisitos para a especificação técnica de produtos e seus componentes. Entre outras coisas, explica a forma como os desenhos de engenharia esboçam e apresentam essas especificações. Abrange toda a simbologia e informação que os engenheiros e projetistas precisam incluir em seus desenhos, sejam eles produzidos manualmente (2D) ou em 3D, criados usando sistemas CAD e modelagem 3D (projeto assistido por computador).

A norma também reúne, em um documento fácil de seguir, todos as normas internacionais necessárias para preparar as especificações técnicas do produto. O objetivo é ajudar a indústria do Reino Unido a passar mais completamente para um sistema ISO de especificação geométrica do produto. Como tal atua como um gateway - ou roteiro - para cerca de 200 normas ISO sobre documentação, especificação e verificação.

Finalmente, a partir de pesquisas de mercado conduzidas pelo BSI nos últimos anos, sabe-se que muitas organizações ainda estão usando a BS 308, que foi cancelada, pois acham que as novas normas ISO abrangidas pela BS 8888 são complexas demais para serem transferidas. A BS 8888, portanto, aborda a complexidade das normas ISO, tornando o material que os engenheiros precisam regularmente em um lugar só - tornando-se mais fácil acessar e fácil de usar.

Esta é sétima edição da BS 8888, que vem sendo atualizada com frequência, a fim de refletir o crescente número de normas internacionais que são atualizadas. Ela inclui as seguintes alterações: foi reestruturada para facilitar a localização de informações-chave e melhorar o fluxo de requisitos para refletir como eles serão usados por projetistas e engenheiros na prática. Mais informações foram incluídas na definição baseada em modelo, ou seja, o uso de modelos 3D e CAD (computer-aided design). Foram acrescidas informações adicionais sobre os requisitos de textura superficial e outras informações.

Projetos de engenharia e documentação produzida têm uma grande influência sobre o desempenho global e a eficiência da produção. Projetistas devem fornecer os planos básicos para a representação das ideias e conceitos que fazem dos produtos uma realidade. No entanto, é a qualidade da documentação que determina quanto eficaz e eficiente, em longo prazo, será a produção.

Os projetos e a documentação inadequados afetam a eficiência dos processos de produção, o que pode causar atrasos, reelaboração e variações do produto, o que contribui para o aumento do tempo de projeto e custo do produto. No entanto, existem níveis, antes da fabricação ocorrer, que podem atrasar este processo ou mesmo levar a produção a um impasse.

Há uma série de documentos utilizados nas empresas. Por exemplo, a documentação de gestão inclui a programação, o suporte e os documentos de planejamento, documentos organizacionais e atas de reuniões. A documentação de garantia da qualidade incorpora as políticas de garantia de qualidade e os procedimentos, definições, regras, modelos e instruções definidas para apoiar a gestão com todos os documentos, para garantir que sejam constantemente preparados e mantidos para apoiar o ótimo desenvolvimento.

A documentação de engenharia envolve as especificações de engenharia, os projetos de engenharia, as ilustrações técnicas e são preparados para verificar o projeto. Estes documentos constituem a base para o desenvolvimento que é levado a cabo por empreiteiros, fornecedores e fabricantes. Os documentos de fabricação, montagem, testes e instalação devem ser preparados para apoiar e documentar o desenvolvimento e validação dos equipamentos, especialmente os que são desenvolvidos e manufaturados para a conclusão.

Com qualquer negócio, a documentação das operações financeiras - desde os depósitos até o fornecimento - deve ser apresentada. Manter um registro claro e devidamente documentado de recibos, faturas e despesas são importantes para os gastos comerciais e relatórios de receita. A última coisa que alguém quer fazer é misturar tudo e ficar em busca de gastos desaparecidos, por exemplo. Para as grandes empresas, a gestão se move através de receitas e despesas a um ritmo rápido. Ter um sistema de documentação bem desenvolvida poderia poupar tempo e problemas mais tarde.

A garantia de qualidade é um meio de evitar erros ou defeitos nos produtos manufaturados, e evitar problemas na entrega de produtos ou serviços aos clientes. A garantia da qualidade (QA - Quality Assurance) se aplica à pré-produção fisicamente completada, para verificar se o produto satisfaz as especificações e requisitos, e para a produção em massa, para verificar que uma parte das amostras cumpra o controle de qualidade específico. Garantia de Qualidade (QA) desempenha um papel fundamental nos projetos documentados de alto volume e garante que as normas sejam cumpridas, enquanto que as restrições de custo e tempo sejam mantidas, ou melhorem.

Grande parte da qualidade exigida é ditada pelo cliente ou pelas especificações do projeto dadas ao engenheiro. A documentação adequada é necessária para atender a essas especificações. Se as amostras são avaliadas com base em critérios definidos de forma incorreta no documento de especificação do produto, como consequência a validação da amostra será baseada em informações incorretas.

O que acontece quando o produto chega ao mercado e ele realmente não está em conformidade com os regulamentos? Isto é particularmente prejudicial para as empresas que fabricam produtos que podem direta ou indiretamente implicar na segurança pública. Em um cenário de menor caso, a empresa percebe o erro e retira o pedido antes de ocorrer algum evento. Mas, muitas vezes, um simples erro humano na documentação pode levar a empresa a uma crise.

Em recalls de produtos, que são implementados antes de qualquer acidente, geralmente substitui-se somente a parte com o componente com defeito. Mas, no pior dos casos, isto pode resultar na morte de uma pessoa e, nesse caso, substituir o componente seria a menor das preocupações para a empresa. A garantia de qualidade é o passo final antes que os produtos possam chegar ao mercado, e se a validação não é correta as consequências podem ser enormes. Esta é a fase final, onde pode ser percebido um erro humano no caminho desde o projeto até a fabricação, na verificação das normas e especificações do produto.

O projeto e a engenharia dos projetos são processos complexos e desafiadores e o sucesso depende em grande parte da boa comunicação entre os membros da equipe de projeto e de engenharia. Um bom projeto é eficaz quando serve o seu propósito e é produzido dentro de um orçamento desejado, com as limitações de tempo e com segurança. Para comunicar de maneira efetiva o projeto para o pessoal da manufatura é necessário um documento que defina claramente e de forma detalhada como produzir o produto de forma eficaz e sem inconvenientes.

A comunicação da documentação de projetos atuais, por exemplo, envolve geralmente um desenho criado em 2D ou 3D, que mostra a estrutura física, em conjunto com as especificações que mostram o processo de produção e de instalação. Ocorrem problemas quando as informações necessárias faltam nos desenhos de projeto; há informação incompleta das especificações, ocorrem discrepâncias entre o desenho do projeto e os detalhes, ou entre o projeto e as especificações; e os métodos de produção não possíveis e a fabricação requer o uso de soluções alternativas.

Na fabricação é onde projeto e a engenharia alcançam um ponto de manufatura. O produto foi projetado de acordo com as especificações do cliente e está pronto para o desenvolvimento. A manufatura requer informações importantes antes de começar a fabricação. Normalmente, são necessários documentos incluindo a especificação do projeto, métodos de manufatura e requisitos de tolerância estabelecidos que os fabricantes também precisam respeitar.

A documentação de fabricação deve transmitir completamente a informação e o projeto dos engenheiros aos empregados da produção, sem que tenham que fazer muitas perguntas sobre o projeto. Se a informação não é transmitida com precisão, o produto pode ser desenvolvido com as dimensões erradas, fora dos requisitos de tolerância, e como resultado a produção de um componente que não esteja em conformidade com as regras e regulamentos. No fim, pode-se dizer que a documentação é fundamental para qualquer empresa e seus efeitos nefastos quando mal elaborados podem causar um tempo grave de inatividade ou grandes encargos financeiros.

voltar